Como saber se o entulho foi descartado corretamente?

Sim, é possível saber se o seu entulho foi descartado de forma correta. Quer saber como? Siga em frente!

 

Muito se fala sobre o descarte correto de resíduos da construção civil, mas como saber se o entulho realmente foi descartado da maneira correta? Antes de mais nada é preciso ter certeza de que a empresa contratada para a coleta do entulho é regularizada, como a Rafa Entulhos, que segue a legislação e, ao fazer a coleta, destina os resíduos para uma ATT (Área de Transbordo e Triagem), que faz o trabalho de triagem para que os resíduos sejam enviados para usinas de beneficiamento e recicladores, tendo um destino final adequado e sustentável. 

 

Ao buscar a caçamba para a destinação, a empresa deve apresentar um documento chamado CTR, que significa Controle de Transporte de Resíduos, ele fornece informações sobre a expedição, transporte e recebimento dos resíduos no local da destinação final. Geralmente uma via fica com o gerador e a outra com o transportador. E quando o entulho chega ao seu destino final, é necessário dar baixa nesse documento.

 

Apesar da sua grande importância, apenas o CTR não garante que a sua obra está 100% correta. Para comprovar que os seus resíduos terão uma destinação adequada, é necessário ter mais documentos. Pensando em todo esse processo, a Rafa Entulhos oferece essas documentações para o cliente assim que é realizada a contratação da caçamba, sem nenhum custo adicional. São cinco relatórios que dão toda a garantia de que o entulho está sendo destinado da maneira correta. São eles:

 

  • Relatório de serviços: histórico de cada movimentação, como entregas, trocas e retiradas realizadas, para que o cliente tenha um controle das movimentações da sua obra. 

  • Relatório CTR-E: aqui o cliente encontra a relação de CTR-es emitidos em cada coleta.

  • Declaração ambiental: é uma declaração de recebimento com informações de quantidade, classe e tipos de resíduos coletados. É usada para comprovar detalhadamente as quantidades de cada tipo de resíduos emitidos pela obra em determinado período. 

  • CDF: significa Certificado de Destinação Final, e ele garante que os locais nos quais os resíduos foram destinados são regulamentados e ambientalmente responsáveis.

  • Selo de logística reversa: esse selo é o “Santo Graal” da sustentabilidade, pois comprova que os resíduos viraram matéria-prima novamente, praticando a logística reversa e a economia circular.

Cada pessoa é responsável pelos resíduos que gera, portanto, também é de responsabilidade do gerador acompanhar esse descarte para ter certeza de que ele foi realizado da maneira correta. Lembre-se que esse cuidado começa na contratação da empresa, que deve ser séria, dar todo o respaldo ao cliente, seguir a legislação à risca e ter preocupação ambiental, como a Rafa Entulhos. 

Soluções inteligentes para utilização do agregado reciclado

Veja como os pré-moldados podem reduzir o impacto ambiental ao utilizar o agregado reciclado em sua produção.

O agregado reciclado é muito utilizado na construção civil, sendo uma opção econômica e sustentável para a obra. Uma outra maneira de utilização é para a produção dos artefatos de concreto, mais conhecidos como pré-moldados.

Mas, afinal, o que são eles? Os pré-moldados são artefatos de concreto, como os blocos cimentícios, revestimentos, pisos intertravados, enfim, tudo o que na sua composição tem cimento, pedra e areia, ou areia, cimento e água. 

Uma solução encontrada na fabricação desses artefatos foi utilizar o agregado reciclado de concreto e cimento, pois, desta forma, é possível substituir a parcela de produtos naturais, como areia e pedra, tornando a fabricação desses materiais mais sustentável. 

De acordo com o MARE 2020 (Manual de Aplicação do Agregado Reciclado), criado pela Abrecon, existe uma grande infinidade de pré-moldados que utilizam agregado reciclado em sua fabricação, como:

  • Concreto moldado de piso industrial externo e interno,
  • Concreto para sarjetas, 
  • Concreto para guias, 
  • Artefatos, como balaustre de concreto;
  • Canaleta pré-moldada, 
  • Mesas de concreto,
  • Lixeira de concreto,
  • Placas pré-moldadas de concreto para jardim.

 

Esses são só alguns exemplos de pré-moldados que utilizam do agregado reciclado. Uma opção viável, que além de econômica, também evita o desperdício na construção civil e reduz significativamente o impacto ambiental.

Agregado reciclado: em quais etapas da obra utilizar?

O agregado reciclado, além da sustentabilidade, também traz economia para a construção civil. Veja onde ele pode ser utilizado!

Você sabe o que é o agregado reciclado? É um produto criado a partir da transformação de resíduos da construção civil, ou seja, é um material que é sustentável e traz muito mais economia para a obra. 

Além de promover a economia circular transformando um resíduo em um novo produto, o uso do agregado reciclado também poupa recursos naturais. Por exemplo, a Rafa Entulhos coleta os resíduos de uma calçada que foi quebrada. Esse resíduo é processado e transformado em areia novamente. Dentro dele já existe areia, então o que acontece no processo é que essa areia é extraída e utilizada, por isso é uma areia de grande qualidade. 

Existem vários tipos de agregado reciclado, como o misto, que pode ser usado para base e sub base. Nessa categoria há diversas granulometrias, e dependendo da aplicação desse agregado tem uma granulometria específica. E, além dele, existe o agregado reciclado de concreto e resíduos cimentícios, que é caso da areia vendida pela Rafa Entulhos. Aliás, a areia é o agregado reciclado mais utilizado dentro de uma obra.

Segundo o MARE 2020 (Manual de Aplicação do Agregado Reciclado) da Abrecon, o agregado reciclado pode ser usado tanto para pavimentação, como em concreto moldado, argamassas e até artefatos pré-fabricados. 

Na maioria das vezes, a finalidade do agregado reciclado dentro da obra, principalmente, a areia, é para produção de argamassa, assentamento de blocos, chapisco, rebocos, contrapisos, etc. É possível usar o agregado em todas as partes da obra, exceto na estrutural. 

A Rafa Entulhos atende a norma da ABNT NBR 15116 para a aplicação do seu agregado reciclado dentro das obras, porém, só não existe uma norma ainda para o uso em concreto estrutural, mas na maior parte da obra é possível, sim, usar o agregado reciclado. 

Com tantos benefícios, é preciso educar o mercado para que olhem cada vez mais para o agregado reciclado como uma opção não só econômica, como também de redução de desperdício na construção civil. 

Os problemas do descarte irregular de entulho

O descarte irregular de entulho polui o meio ambiente e pode causar doenças graves. E quem paga a conta dessa prática? A população. Entenda como!

 

Não é de hoje que o descarte irregular de entulho preocupa a população das cidades. Esse descarte, que é feito em aterros, é resultado de uma série de fatores, como a ausência de políticas públicas, falta de conscientização dos profissionais, entre outros. 

 

E enquanto isso, a população paga a conta. O descarte irregular pode causar inúmeros problemas, como:

 

  • A poluição visual da cidade;
  • A poluição do meio ambiente;
  • Proliferação de doenças graves, pois os resíduos podem virar foco de água parada aumentando os casos de dengue, e atrair bichos, como ratos, baratas e escorpiões, que também transmitem doenças. 
  • E a contaminação do solo e lençol freático. 

Evitar esse quadro não é uma tarefa impossível: basta cada um se conscientizar que é responsável pelos resíduos que gera e destiná-los da maneira correta. Falamos sobre a destinação correta por aqui também (clique aqui para conferir o post). 

 

Para reduzir o descarte irregular, principalmente, da construção civil, que é uma das áreas que mais gera resíduos e também consome recursos naturais, a Associação Brasileira para Reciclagem de Resíduos da Construção Civil e Demolição (Abrecon), criou uma campanha de conscientização denominada “Você é responsável pelo entulho que gera”, com o foco em educar o setor da construção civil sobre o descarte correto de seus resíduos.  

Campanha da Abrecon

Uma maneira de fazer a destinação correta e segura é contratar caçambeiros cadastrados e envolvidos com a preservação ambiental. Portanto, exija documentos como Controle de Transporte de Resíduos (CTR) ou o Manifesto de Transporte de Resíduos (MTR).

 

A Rafa Entulhos se preocupa tanto com o descarte adequado que, além de seguir toda a legislação, estabeleceu uma meta chamada de gestão 90+, que significa reciclar mais de 90% dos resíduos de construção civil que coleta. A empresa conta com Áreas de Transbordo e Triagem (ATTs), onde os resíduos são descartados para fazer a triagem e depois a reciclagem, e usinas especializadas em reciclar cada tipo de resíduo.

 

Tratar os resíduos da construção civil de forma adequada, ajuda não só a poupar recursos naturais, como também oferece economia para as obras e protege a população, ou seja, é uma prática na qual todos saem ganhando.

Entenda como funciona Controle de Transporte de Resíduos com rastreamento

O sistema inovador desenvolvido pela empresa GRX, garante mais segurança e um controle total contra fraudes.

 

Você sabe o que é o Controle de Transporte de Resíduos (CTR)? É um documento numerado que fornece informações sobre a expedição, transporte e recebimento dos resíduos no local da destinação final. Ele é usado para regulamentar o processo de gestão de resíduos e inibir o descarte irregular. 

Porém, em grandes cidades como São Paulo, Rio de Janeiro e Campinas, esse sistema já apresenta falhas para que caçambeiros possam descartar os seus resíduos em locais inapropriados. 

Para solucionar essa fraude, que raramente é detectada pelo órgão público local, a empresa GRX criou um sistema inovador com rastreamento total dos resíduos, que possibilita ao poder público saber se a caçamba chegou ao seu destino legal. 

A GRX usa um sistema chamado RFID, que usa de ondas de rádio para detectar determinado código, sem precisar de uma leitura visual. É um sistema que possui viabilidade operacional e econômica, pois necessita apenas do leitor, das tags nas caçambas e um aplicativo instalado em um celular, que faz a gestão e integração do leitor e das tags. 

No dia a dia, o procedimento é simples: um funcionário com um leitor identifica o caminhão e faz a leitura dos dois lados da caçamba. Com isso, o sistema identifica o caminhão e quais são os equipamentos em cima dele, podendo efetuar a baixa do CTR sem risco de fraudes. 

Esse sistema já está sendo colocado em prática com a Rafa Entulhos, que está em processo de implementação na cidade de Suzano, em São Paulo. 

Durante a implementação, a GRX oferece todo o suporte para as cidades não só colocarem o sistema em prática, como também entenderem a sua importância. A empresa oferece:

  • Assessoria jurídica, para a cidade estar preparada e ter uma eficiência no sistema.
  • Palestras para transportadores, usinas e ATTs, para que todos tenham conhecimento e possam operar o sistema com eficácia. 
  • Vídeo de lançamento para comunicar a população de que o sistema está sendo instalado e para solicitar a colaboração de todos. 

O CTR eletrônico realmente veio para inovar e transformar os protocolos de segurança. Afinal, ele combate o descarte criminoso e ilegal de entulho, reduz a sonegação de impostos e automatiza a fiscalização.

Benefícios do descarte correto de resíduos

Muito se fala sobre os perigos da destinação irregular de resíduos da construção civil, mas você já parou para pensar nos benefícios de uma destinação correta? Veja a seguir!

 

O setor da construção civil é um dos que mais gera resíduos e também o que mais consome recursos naturais. Algumas práticas podem reduzir o impacto causado ao meio ambiente, como o descarte correto dos resíduos. 

 

Antes de falarmos sobre qual a maneira correta de descartá-los, é preciso entender que resíduo de construção civil é todo o resíduo gerado no processo de construção, reforma, enfim, nas obras em geral. Para o descarte ser considerado adequado, o resíduo deve ser coletado, ter uma destinação correta, reciclado ou reutilizado.

Na Rafa Entulhos, esse resíduo é coletado por caçambas específicas e encaminhado para as Áreas de Transbordo e Triagem (ATTs), onde são descartados para a triagem e depois enviados para usinas especializadas. Após essa destinação, a grande maioria dos resíduos são reciclados e transformados em novos produtos, que retornam a obra com um ótimo custo-benefício. 

Esses são apenas alguns dos benefícios da destinação correta dos resíduos, confira outros abaixo:

Preservação do meio ambiente

Ao destinar os resíduos da maneira correta, você evita a contaminação do solo, de lençóis freáticos, rios, etc. Além do mais, quando os resíduos são coletadas da maneira correta é possível realizar a reciclagem, reduzindo a necessidade de se explorar mais recursos naturais. 

 

Redução de custos

O descarte correto dos resíduos deve ser considerado um investimento para as empresas, pois trazem muitos benefícios, principalmente, financeiros. Com a coleta realizada de maneira correta há grande possibilidade de reciclar esses resíduos, que voltam para a obra em forma de novos produtos com um bom custo-benefício. 

 

Boa reputação no mercado

A gestão de resíduos da construção civil deixou de ser um diferencial, para se tornar essencial. As pessoas estão cada vez mais atentas em como as suas atitudes impactam o meio ambiente e, com isso, exigentes em relação aos serviços que consomem, por isso querem saber detalhes sobre o ciclo de uma obra antes de contratar uma construtora. E ter a certeza de que uma empresa destina seus resíduos de maneira correta gera mais confiança na hora da contratação.

 

Diminuição dos riscos de contaminação da população

Quando o descarte é feito de maneira correta, não há contaminação do solo e nem acúmulo de água ou lixo que possam atrair vetores de diversas doenças. 

O descarte correto de resíduos é coisa séria e impacta muito mais pessoas do que se imagina. E a solução é simples: se cada um cuidar do resíduo que gera, descartando da maneira correta, o meio ambiente e a população agradecem.

O processo de reciclagem de entulho

O processo de reciclagem de entulho

Entenda cada etapa da reciclagem do entulho coletado da construção civil. 

 

Você já parou para pensar qual o ciclo do entulho depois que ele é coletado? Ele passa por uma longa jornada até ficar pronto para ser reciclado e é o que explicaremos aqui.

 

Antes de mais nada é preciso entender que entulho é a forma popular de se chamar os resíduos da construção civil. De acordo com a Resolução do CONAMA 307, os resíduos têm várias classificações, são elas:

 

Classe A: concreto, alvenaria, cerâmica, argamassa, etc.

Classe B: madeira, gesso, metal, plástico, papel, enfim, tudo o que pode ser reciclado.

Classe C: rejeitos que não são viáveis para a reciclagem.

Classe D: os considerados quimicamente perigosos, como tintas, solventes, etc.

 

Hoje explicaremos o ciclo da reciclagem dos resíduos Classe A. A Rafa Entulhos começa com a coleta desses resíduos e os envia para as Áreas de Transbordo e Triagem (ATTs) , pois para que a usina beneficie esse tipo de entulho precisa de uma área com um bom espaço. A Rafa Entulhos conta com algumas espalhadas pela região metropolitana de São Paulo.

 

Esse resíduo é enviado para a usina, na qual ele pode já chegar triado, pronto para ser processado, ou seja, para passar pelas máquinas. Caso precise ser triado, ele é colocado em um alimentador vibratório, uma espécie de funil, depois vai para uma esteira, onde é feita uma triagem para separar resíduos indesejados. 

 

Os resíduos caem em um britador de mandíbula, que tem a função de quebrar as frações do entulho. Essa máquina quebra o entulho de acordo com a granulometria que a usina deseja produzir. Caso nesse entulho tenha algum ferro, existe também uma esteira com eletroímã que retira os metais após a britagem.  Os metais que são retirados vão para uma caçamba para serem vendidos para siderúrgicas. 

 

Para finalizar, as pedras passam por uma peneira vibratória, a função dela é fazer a classificação do agregado, separando por tamanho. É aqui que ele é extraído e classificado em pedra I, areia, pedrisco, etc. As pedras maiores ou naturais podem ser vendidas assim ou passadas por uma moagem secundária para serem transformadas em areia. E fechando o ciclo, esse resíduo volta para a obra em forma de um novo material.  

Apesar de não ser um processo simples, a reciclagem do entulho é muito viável economicamente e também com o foco de reduzir o impacto ambiental, afinal, ela gera a economia circular, transformando resíduos em novos produtos. 

Dicas para alugar uma caçamba da maneira correta

Você tem dúvidas na hora de alugar uma caçamba? Reunimos aqui dicas para facilitar essa missão! 

 

Fato: a maioria das pessoas não fazem ideia de como alugar uma caçamba, quais são as regras de utilização, etc. Se esse é o seu caso, vamos ajudá-lo tirando algumas dúvidas. 

 

Antes de mais nada é preciso procurar empresas confiáveis para a locação das caçambas, que sigam a legislação e ofereçam o CTR, que é Controle de Transporte de Resíduo, um documento que comprova que o descarte foi finalizado e feito em um local apropriado. 

 

Ao contrário do que muitos pensam, as caçambas não são para qualquer tipo de resíduo, elas são adequadas apenas para resíduos da construção civil, como alvenarias, concreto, argamassa, gesso, vidro, canos, entre outros. Materiais líquidos ou químicos, que envolvem tintas ou solventes, devem ser descartados em caçambas específicas, pois eles necessitam de outro tipo de descarte. 

Pode parecer complexo a quantidade de leis que regulamentam a locação de uma caçamba, mas ao contratar a Rafa Entulhos o cliente tem uma consultoria completa sem custos adicionais. Contamos com uma equipe específica da área de viabilidade que faz uma análise sobre as regras relacionadas ao estacionamento da caçamba. Além do mais, ao contratar a Rafa Entulhos, você também tem a tranquilidade de estar 100% dentro da legislação. 

Abaixo compartilhamos algumas regras que devem ser seguidas ao se contratar uma caçamba:

  • A caçamba precisa ter identificação e informações da empresa a qual pertence, como nome, telefone, número de série, dados sobre tamanho, etc. Além de faixas refletivas para evitar acidentes. 
  • As caçambas podem ser estacionadas apenas em ruas com mais de 7 metros de largura;
  • Elas podem ocupar vias públicas por até, no máximo, três dias, desde que ocupe uma área física de estacionamento de um carro comum, seguindo o fluxo da avenida. Já em local interno, não há limite de tempo estabelecido, podendo variar de 3 a 10 dias de acordo com as regras da empresa contratada.
  • Essa caçamba não pode permanecer em qualquer lugar que não seja em frente à obra;
  • Não é permitido estacionar as caçambas em cima de calçadas e nem em locais proibidos de estacionar;
  • Elas também não podem estar em faixa de pedestres ou faixa amarela;
  • É preciso ter uma distância de 30 cm da calçada para desbloquear o fluxo de água;
  • Não é indicado que o entulho ultrapasse a barra de segurança existente na caçamba. Os materiais que excederem esse tamanho devem ser cortados para maior segurança e para evitar punições, pois podem ocasionar multas. 

 

As caçambas da Rafa Entulhos seguem todo o padrão exigido por lei, desde a comunicação, até faixas refletivas para a prevenção de acidentes na via. Além disso, todas as caçambas possuem certificado de transporte de resíduos (CTR), que dão a garantia de que o seu entulho será levado para as ATTs da empresa, que separam, tratam e transformam a maioria dos resíduos em novos produtos. Ou seja, tudo o que os clientes precisam para não terem problemas durante o período de locação da caçamba. 

Rafa Entulhos começa a vender areia para o mercado de varejo

Produzida através de resíduos transformados, areia da Rafa Entulhos possui alta qualidade e ótimo custo-benefício!

 

A Rafa Entulhos mais uma vez enxergou uma grande oportunidade de mercado, além de toda a coleta e transformação de resíduos, agora a empresa também vende areia para o grande varejo. 

 

Dentro da Rafa Entulhos há uma usina especializada no processamento de resíduos de concreto, de argamassa e resíduos cimentícios. Nessas usinas há um processo de britagem, moagem e classificação do resíduo, onde ele é transformado em agregado reciclado: no caso, uma areia de excelente qualidade. 

 

Devido a essa grande qualidade do agregado reciclado, a Rafa Entulhos resolveu comercializar essa areia no mercado de varejo, no qual é vendida a granel, sendo entregue nos próprios caminhões que coletam as caçambas, e também ensacada.

 

De acordo com a norma ABNT NBR 15116, essa areia pode ser usada para diversas finalidades, como:

  • Produção de argamassa,
  • Assentamento de bloco,
  • Chapisco,
  • Reboco,
  • Contrapiso.

Só não existe uma norma para o uso dela em concreto estrutural, ou seja, para a parte de estrutura da obra. 

Essa areia, além de trazer mais economia para a obra, devido ao seu custo-benefício, também é sustentável, já que é produzida através de resíduos. Para melhorar ainda mais a sua viabilidade econômica, a Rafa Entulhos realizou um estudo e percebeu que essa areia foi bem sucedida ao usar o cimento CPIII, um produto mais acessível e também sustentável. Claro que seu uso pode ser feito com outros cimentos, mas vale a indicação pela economia e sustentabilidade. Mais uma ação Rafa Entulhos para trazer ainda mais economia e sustentabilidade para construção civil. 

Entenda como funciona a coleta fracionada de móveis

Sim, móveis, eletrônicos e eletrodomésticos também devem ser coletados para ter uma destinação adequada. Veja como!

Não são só as grandes obras de construção civil que devem destinar os seus resíduos de maneira correta. Cada pessoa é responsável pelos resíduos que gera e isso vale também para pequenos geradores, pessoas que fazem obras ou reformas em suas casas. 

Para essa necessidade existe a coleta fracionada, operações de transporte que carregam pequenas quantidades de resíduos de vários destinatários. Dentro dessa categoria se inclui o descarte de resíduos de construção, móveis que não são mais usados, eletrodomésticos e até eletrônicos. 

Rafa Entulhos Express

A coleta fracionada da Rafa Entulhos é chamada de Rafa Entulhos Express, e ela visa a maior comodidade e segurança ao gerador. Nessa categoria são coletados resíduos da construção civil de pequenos geradores e também móveis, eletrodomésticos e eletrônicos. 

Sabe aquele móvel velho que você não usa mais? Ou aquela geladeira usada ou colchão, que só está ocupando espaço em casa? Eles podem ser descartados de forma ecológica pela Rafa Entulhos, para depois serem reciclados. 

E é muito simples, prático e seguro solicitar essa coleta, pois o gerador não precisa nem sair da sua casa. O cliente faz a solicitação e, no dia agendado, recebe um comunicado confirmando o veículo, dados e fotos, tanto do motorista, como também do ajudante, para uma maior segurança. 

A grande vantagem desse tipo de coleta é que ela é realizada pelo próprio motorista e ajudante, que entram na casa, recolhem o material e carregam o caminhão. Em seguida, o gerador recebe o certificado de destinação do resíduo. 

Destinação dos resíduos

O resíduo da construção civil de pequenos geradores, que é coletado em sacos, mesmo sendo em menor volume, também vão para as unidades da Rafa Entulhos de transformação, onde eles são transformados em agregado reciclado, assim como os resíduos das grandes obras. 

Já os móveis, eletrônicos e eletrodomésticos têm destinações diferentes. Os móveis vão para as unidades da Rafa e são encaminhados para o tipo de destinação correta. Os sofás, por exemplo, passam por um processo de moagem, no qual são quebrados e entram em uma esteira, onde são separadas as espumas e tecidos. A estrutura de madeira do sofá entra em um picador, onde os cavacos são picados e, através de um sistema de eletroímãs, os metais – se forem molas, pregos, parafusos e grampos – são separados, e essa madeira é transformada em combustível.

Já os eletrodomésticos e eletrônicos são armazenados nas unidades da Rafa e encaminhados para empresas que farão a sua desmontagem e reciclagem dos componentes eletrônicos. 

Viu como o móvel, eletrônico ou eletrodoméstico que você não usa mais e que está encostado em casa pode ter um novo destino? Seja consciente e responsável pelo resíduo que gera e descarte da maneira correta.