Processo da usina da Rafa Entulhos, em Santo André, transforma resíduos de concreto e argamassa em agregado reciclável de qualidade!

Você sabe o que é um agregado reciclado? Ele é um material produzido através do beneficiamento de resíduos da construção civil. Ou seja, as obras descartam seus resíduos, eles são coletados e reciclados para a criação de novos produtos. 

 

A Rafa Entulhos é referência na produção de agregados reciclados, não é à toa que conta com sete unidades, onde recebem todos os resíduos da construção civil. “Nas unidades de Santo André e Suzano é onde recebemos os resíduos classe A, que são resíduos de concreto, argamassa, alvenaria e cerâmicos, são os chamados entulhos limpos”, explica Rafael Teixeira, diretor da empresa. 

 

O processo acontece da seguinte maneira: é realizada a triagem nas unidades, as equipes separam os resíduos, e o classe A é processado, beneficiado e transformado em agregado reciclado. Na usina de Santo André, a Rafa Entulhos conta com um time especializado e tecnologia avançada para processar o agregado para a produção de areia para a argamassa. 

 

Tecnologia avançada

Para uma produção eficaz foram criados protocolos que são seguidos à risca nesta usina. “O mais importante é o controle de matéria-prima, ou seja, a usina processa o resíduo específico, dentro da classe A, que é o resíduo de concreto e argamassa, não mistura nenhum outro resíduo com ele, e aliado a outros processos produtivos faz uma areia com qualidade tão boa que é utilizada para se produzir argamassa”, explica Rafael. 

Além disso, em Santo André também é realizado o controle de finos, que faz uma classificação da areia através de peneiras vibratórias, classificando-a em fina, média ou grossa. “Também temos um sistema para retirar impurezas finas”, completa Rafael. 

Toda essa tecnologia faz com que a Rafa Entulhos produza um agregado reciclado com excelência para ser usado em diversas finalidades dentro da construção civil. 

 

Agregado reciclado de qualidade

Com essa areia é possível fazer desde assentamento de bloco, até reboco, chapisco, contrapiso, e o próprio bloco. “O grande segredo está no processo produtivo que me oferece um agregado reciclado com uma qualidade tão alta que atende requisitos para a produção de argamassa ou qualquer concreto que não tenha função estrutural”, revela Rafael. 

Nesse ciclo também é praticada a economia circular, pois o resíduo é recebido da obra, é transformado em novo produto e devolvido para a construção com uma nova finalidade. 

 

Atendimento das 7h às 21h

Estamos em atendimento pelo WhatsApp