Já parou para pensar qual o destino das embalagens na construção civil? Explicamos em detalhes a seguir!

Se tem um fato indiscutível sobre a construção civil é que ela é a atividade que mais explora os recursos naturais e gera resíduos. Portanto, é fundamental que ela faça a gestão adequada dos seus resíduos. “A construtora ou pequeno gerador são responsáveis pelos resíduos que geram e é necessário ter cuidado e preocupação com a destinação deles”, conta Rafael Teixeira, diretor da Rafa Entulhos. 

 

Essa gestão começa no cuidado com o descarte das embalagens pós-consumo na construção civil. Dentro da construção são utilizados vários produtos, como o cimento, que gera como resíduo a sacaria, latas de tinta, baldes, entre outros. Pensando nisso, a Rafa Entulhos criou a Rafa Resolve, uma startup especializada nessa logística reversa para construtoras e obras. 

 

Como é realizada a coleta?

A Rafa Resolve coloca nas obras equipamentos para acondicionar essas embalagens. “Antes fazemos uma gestão de resíduos no canteiro de obras, onde entendemos qual é a previsão de resíduos que serão gerados”, explica Rafael. 

Após esse estudo, as embalagens descartadas são acondicionadas em “big bags”, que são sacos com capacidade de um metro cúbico, ou caçambas, dependendo do porte da obra e resíduos gerados. Essas embalagens são coletadas de forma separada, acondicionadas nesse equipamento e a Rafa Resolve faz a coleta dessas bags ou caçambas. 

 

Cuidado com as embalagens

Uma das etapas dessa gestão é o treinamento, uma palestra com o canteiro de obras, onde os funcionários têm a instrução de utilizarem o máximo possível do produto para não gerar desperdício. Mas sempre acaba ficando um resíduo ou outro na embalagem que é resolvido na etapa de reciclagem. 

“Um dos trabalhos que a Rafa Resolve fez em conjunto com a Rafa Entulhos e recicladores foi criar procedimentos onde previa essa contaminação pelo próprio produto na embalagem, e corrigimos isso na reciclagem, pois esses resíduos passam por um sistema de reciclagem específico”, explica Rafael Teixeira. 

 

Economia circular

O destino das embalagens é a reciclagem para a prática da economia circular, ou seja, ela é coletada, separada por tipo, enviada para os recicladores e transformada em um novo produto para retornar a essa obra. 

“A embalagem reciclada se transforma em matéria-prima para a construção de um novo produto. Vou dar um exemplo: os baldes plásticos, enviamos para um reciclador, ele recicla e produz uma resina plástica a partir desse material, que vai para uma indústria que produz os espaçadores de ferro utilizados na construção civil. Além disso, tem os resíduos de papel, plástico, papelão, até sacaria de cimento, que são transformados em um blend para a criação caixas”, explica Rafael. 

 

Dentro desse processo um dos maiores desafios é com a logística reversa de embalagens e produtos. Porém, a Rafa Entulhos conta com um sistema de coleta, pátios e multi pátios, além de bases espalhadas na região metropolitana de São Paulo, que viabiliza essa logística para a coleta e transformação de resíduos em novos materiais para uma construção civil limpa, sustentável e econômica. 

Atendimento das 7h às 21h

Estamos em atendimento pelo WhatsApp